Seja BEM-VINDO ao blogue da Espaço e Memória - Associação Cultural de Oeiras.
Aqui encontrará informação regular e atempada sobre as actividades e eventos, realizados e a realizar, da nossa/sua Associação, assim como outros eventos relacionados com Oeiras, a sua história, o seu património, a sua herança cultural, e a sua envolvente. Neste último sentido, referimos também eventos culturais realizados por outras entidades e instituições noutras localidades.
Contamos com a sua presença regular neste espaço. Contamos CONSIGO!
VOLTE SEMPRE!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

O Chafariz da Figueirinha


O Chafariz da Figueirinha

[ património ]

Figueirinha, Oeiras


O Chafariz da Figueirinha desapareceu!


Na sequência da construção dum imóvel no local, o chafariz, situado na esquina nascente do entroncamento da Rua da Figueirinha com a Rua Cândido dos Reis, foi removido sem que se saiba até ao momento por quem e qual possa ter sido o seu destino, ou sequer se está previsto que volte ao seu local ou vá para outro.


Era um equipamento singelo, simples mas curioso, instalado pela Câmara Municipal de Oeiras em 1927, como se depreende da inscrição que ostentava no topo.


Fazia parte da memória histórica e memórias de vida de muitos oeirenses que dele se serviram enquanto funcionou e todos estavam habituados à sua simpática presença.


O alerta para o seu desaparecimento foi-nos dado pela nossa amiga Maria Santos Silva, que teve inclusive a gentileza de passar pelo local para o fotografar, o que agradecemos.


Alguns munícipes têm questionado a Autarquia no sentido de obter respostas sobre este assunto, mas até ao momento não receberam nenhuma e nada se sabe.


O chafariz, fotografado por nós em 21-02-2008


O local fotografado pela Leonor em 12-09-2010


Ficamos a aguardar por mais notícias sobre este interessante chafariz.


6 comentários:

Anónimo disse...

Felicito o Blogue, o José António e a colaboradora Maria Santos pelo testemunho gravado. É a isto que muitos de nós chamam descaracterização. No desenvolvimento do projecto esta "marca" devia estar contemplada (julgo eu que não sou arquitecto). Não teria valor patrimonial? A envolvente estava descaracterizada? São argumentos muitas vezes usados mas que não podem colher. Face ao que foi "desfeito" onde param as pedras? Os STCMO devem responder.

Fernando Lopes

Bruno Gomes da Costa disse...

Eu cheira-me que já não "existem"... estavam a estorvar o projecto para o local portanto desaparecem, e se fossem enquadradas no projecto vinha logo alguém dizer que era "kitch" ( curiosamente tendem a pertencer ao grupo que acha Paris romântica e encantadora... curiosidades, enfim).
Parabéns por mais um alerta de destruição/obliteração da nossa identidade.

Anónimo disse...

O mais curioso de tudo isto, é que: destruiram o Chafariz depois da obra estar concluida e digo mais já nem lá estavam os taipais.
Eu antes de ir de férias vi a destruirem o chafariz e alertei a Câmara, até à data não obtive qualquer resposta.

Maria Santos Silva

José António Baptista disse...

Grato pela vossa visita e comentários.
De facto, pergunta-se: Onde andam as pedras? Para onde foram?

Ontem dizia-me alguém, quem sabe se com alguma razão, que "ainda a vamos ver na quinta privada de alguém..."

Não me admiraria nada.

Luís Miguel Inês disse...

Caros amigos, venho através deste comentário dar uma ajuda para o esclarecimento de algumas situações relatadas aqui neste espaço.
Tenho um blogue onde publico regularmente fotografias e onde um dos temas é precisamente sobre "Chafarizes Fontes e Fontanários", no dia 08 de Dezembro de 2010 publiquei o chafariz da Figueirinha e perguntei na descrição se alguém tinha alguma informação sobre a história daquele chafariz, das pessoas que comentaram nenhuma me esclareceu.
Recentemente pedi informação (ver comentário na publicação no meu blogue)e consegui chegar a este blogue que me ajudou ao esclarecimento das dúvidas que então levantei.
Provavelmente muitos dos que aqui comentaram neste momento já estão esclarecidos acerca do chafariz que entretanto regressou, e que podem ver na minha publicação consultando este link: http://luismiguelines.blogspot.com/2010/12/chafariz-da-rua-da-figueirinha-oeiras_08.html.
Muito obrigado pela partilha.

José António Baptista disse...

Caro Luís Miguel Inês,

Em primeiro lugar agradeço a sua visita.

Agradeço também o seu comentário e link, que visitarei já de seguida.

Sempre na defesa do nosso Património!

Abraço,
José António Baptista