Seja BEM-VINDO ao blogue da Espaço e Memória - Associação Cultural de Oeiras.
Aqui encontrará informação regular e atempada sobre as actividades e eventos, realizados e a realizar, da nossa/sua Associação, assim como outros eventos relacionados com Oeiras, a sua história, o seu património, a sua herança cultural, e a sua envolvente. Neste último sentido, referimos também eventos culturais realizados por outras entidades e instituições noutras localidades.
Contamos com a sua presença regular neste espaço. Contamos CONSIGO!
VOLTE SEMPRE!

sábado, 31 de outubro de 2009

O Liceu de Oeiras no 'nós por cá'



Sob o título Sol ou sombra? Requalificação da Escola Secundária de Oeiras arranca todas as árvores, o programa nós por cá da SIC apresentou em 27-10-2009 a reportagem que efectuou referente ao abate de árvores no Liceu de Oeiras, assunto que abordámos em 30-09-2009 aqui, em 03-10-2009 aqui e em 17-10-2009 aqui.


Regressamos hoje ao tema para disponibilizar a quem não teve oportunidade de a ver, a mencionada reportagem do nós por cá:

video


fotografia: 19-02-1988 © josé antónio • comunicação visual

Halloween Party

Halloween Party

31 Outubro 2009

Palácio do Beau Séjour, Lisboa



clique para ampliar


Recebido via email.


GEO - Gabinete de Estudos Olisiponenses

Estrada de Benfica, 368, 1500-100 Lisboa

Tel. 21 770 11 00

http://geo.cm-lisboa.pt/

Metro - Alto dos Moinhos

Carris - 716, 746, 754, 758, 768


Centro de Arte Manuel de Brito - actividades


clique para ampliar


Contactos

Palácio Anjos, Alameda Hermano Patrone, 1945-064 Algés

Tel. 21 4111400

camb@cm-oeiras.pt

http://camb.cm-oeiras.pt


Recebido via email.


sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Encontros com a Pintura Europeia


Encontros com a Pintura Europeia

[ séc. XVIII-XIX - Do Neoclassicismo ao Impressionismo ]

Ana Paula Rebelo Correia

31 Outubro / 7, 14 e 21 Novembro 2009, 15h00-18h00

Auditório Municipal Maestro César Batalha, Oeiras



clique para ampliar


Recebido via email.


Fabrica Features Lisboa - ArtistLevel Networks


n.b.: Este evento conta com a participação da nossa associada e artista plástica Isabel Mourão.


Fabrica Features Lisboa - ArtistLevel Networks

[ exposição colectiva ]

31 Outubro a 24 Novembro

Chiado, Lisboa



Situada no topo da Benetton Megastore no Chiado, a Fabrica Features Lisboa é uma plataforma social e de diversidade artística, que pretende ser um espaço de encontro e intercâmbio, onde as últimas propostas de marcas de renome internacional se juntam a projectos de jovens artistas locais e estrangeiros.


Na continuidade desse propósito, a ArtistLevel Networks - que se dedica à promoção e divulgação da arte e dos seus artistas - organiza neste espaço de encontro multicultural, uma exposição colectiva - de 31 de Outubro a 24 de Novembro - reunindo artistas de diversas áreas, desde o video à fotografia, passando pelo desenho, pintura, escultura e design de jóias.


Esta mostra conta com a presença dos artistas: Cláudia Barradas | Diana Mestre | De Matos | Elsa Labistour | Eduardo Bragança | Fátima Mateus | Filipa Silveira | Francisca Menezes Ferreira | Isabel Mourão | Joana Lobo Anta | Joana Pinho Morgado | João Teixeira | Maria Celeste | M Lowndes | Natália Barros | Rita Carvalho Marques | Rita Fernandes | Vanessa Teodoro.


Be part of it


www.artistlevel.org


recebido via email.


terça-feira, 27 de outubro de 2009

Às Quintas na Quinta - Outono 2009


Museu de Polícia Judiciária


Às Quintas na Quinta

Testemunhos Directos: Histórias Reais de Polícia

Quinta do Bom Sucesso, Barro, Loures

29 Outubro e 19 Novembro 2009, 17h30


O Museu de Polícia Judiciária, provisoriamente instalado junto da EPJ (Escola de Polícia Judiciária), na Quinta do Bom Sucesso, tem o prazer de anunciar e convidar o público em geral para um conjunto de ciclos de conferências intitulado:


Às Quintas na Quinta

Testemunhos Directos: Histórias Reais de Polícia


Trata-se de testemunhos a partir de acontecimentos históricos ou crimes particularmente notórios que tenham marcado a vida social portuguesa e a Polícia Judiciária, narrados por diversas personalidades que de modo muito próximo os viveram ou, em casos temporalmente mais longínquos, os estudaram.


Será um privilégio único ouvir estes testemunhos directos - momentos de história oral e ao vivo – narrações de verdadeiros casos policiais ou eventos históricos na Polícia Judiciária, a que o público normalmente apenas acede através dos jornais, da literatura ou dos filmes policiais.


As sessões decorrerão preferencialmente na última ou penúltima quinta-feira de cada mês, no agradável jardim da EPJ, Quinta do Bom Sucesso, começando – por tradição e coerência - com o chá das cinco e meia, seguindo-se o ‘Testemunho Directo’, às 18h. No final haverá espaço para debate.



PROGRAMA de Outono 2009


29 de Outubro 2009

O Caso do Furto das Jóias da Coroa Portuguesa no Museu de Haia, em 2002

Testemunho Directo de: Dr. Daniel Proença de Carvalho, Jurista contratado pelo Estado português para defender os interesses de Portugal neste caso e Dr. João Oliveira, Coordenador da Brigada de Obras de Arte da Directoria de Lisboa e Vale do Tejo da Policia Judiciária.


19 de Novembro 2009

O Atentado ao Papa João Paulo II em Fátima, Maio de 1982

Testemunho Directo de: Inspector Chefe aposentado Paulo Condesso Franco, da então DCCB (Direcção Central de Combate ao Banditismo)

Em exposição durante a sessão: sabre utilizado pelo autor da tentativa, o Padre de nacionalidade espanhola Juan M.F. Krohn.


Sessões abertas ao público

Horário: Chá às 17.30h, Início das Palestras às 18h


Como chegar (15m a partir de Lisboa)


clique para ampliar

Transportes públicos

A partir do Campo Grande, paragem no ‘Barro’

- Camioneta Isidoro para ‘Póvoa da Galega’;

- Camioneta Leonardo para ‘Guerreiros’.


Inscrição

Número de lugares limitado.

Inscrição graciosa mas obrigatória para museu.pj@pj.pt / telef.: 21 984 42 32 / fax: 21 983 54 95 indicando

- Nome ……………………………………………………………………………………

- Instituição ……………………………………………………………………………...

- Contacto: e-mail ………………………………… ou telef: .……………………….

- Sessões em que se inscreve (inserir X): 29 Outubro … 19 Novembro …


Recebido via email.


mais informações aqui.


segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Títulos do Expresso que mudaram a perspectiva ou o rumo das coisas


Títulos do Expresso que mudaram
a perspectiva ou o rumo das coisas

João Garcia

27 Outubro 2009, 18h30

Auditório dos Serviços Sociais Câmara Municipal de Lisboa,

Avenida Afonso Costa, 41 - Lisboa


clique para ampliar

Recebido via email.


domingo, 25 de outubro de 2009

A quem telefona Pombal?


clique para ampliar


Esta curiosa e interessante peça publicitária foi-nos enviada via email pelo nosso associado Dr. Rui Pinto, a quem agradecemos.

Desde logo a gravura suscitou-nos uma interrogação:


— Se Sebastião José de Carvalho e Melo, Conde de Oeiras e Marquês de Pombal, tivesse de facto um telefone, a quem telefonaria ele? A Sua Magestade El-Rei D. José I para lhe dar contas do andamento das obras de reconstrução da Baixa de Lisboa? Ao seu arquitecto de eleição, Carlos Mardel, para garantir que as suas ideias seriam rigorosamente respeitadas? À Imperatriz Catarina da Rússia, para lhe relatar os efeitos devastadores do terramoto?


Responda-nos o leitor. Ficamos a aguardar a sua resposta.



No entretanto lemos que a 10 de Janeiro de 1928 o Governo contrata com a Anglo Portuguese Telephone Company Limited a exploração das redes telefónicas, em Lisboa e Porto. [ Citamos da página de internet Engenharia do Séc. XX, disponível aqui ]


Considerando este dado cronológico, considerando o modelo de telefone visível na gravura, similar ao "Telefone castiçal Kellogs U.S.A. 1925", considerando que o Escudo (moeda) entrou em circulação a partir de 1911, por acção do decreto de 22-05-1911, que alterou o sistema monetário vigente, e considerando ainda o grafismo do anúncio ( o traço ), pensamos que esta peça poderá ser datada dos anos 20-30 do passado século XX.


Para saber mais sobre a Anglo Portuguese Telephone Company Limited clique aqui.

sábado, 24 de outubro de 2009

Na Rota dos Oceanos


Da Escola das Artes - Universidade Católica Portuguesa, recebemos via email:


NA ROTA DOS OCEANOS

II Curso Livre de Artes Decorativas

Escola das Artes | Universidade Católica Portuguesa

24 Out. 2009 a 23 Jan. 2010 | Sábados, 10:00h-13:00h


A extensão de Lisboa da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa realiza, a partir do próximo mês de Outubro de 2009, o II Curso Livre de Artes Decorativas Portuguesas, com o tema As Artes Decorativas na Rota dos Oceanos. Centrando-se na especificidade da experiência colonial portuguesa, visa o estudo das artes decorativas nos territórios de

além-mar aquando do processo de expansão europeia.

Através das rotas marítimas, o presente curso procura despertar a atenção para questões vivenciais e para as circunstâncias de produção destes objectos, através da análise de aspectos como a proximidade e originalidade face aos modelos ocidentais, o hibridismo artístico, as múltiplas interligações e influências, ou ainda a importância da encomenda e da viagem neste tipo de produção artística.


Programa e outras informações em: www.ea.lisboa.ucp.pt


Contactos

Escola das Artes (Ext. Lisboa)

Edífício da Biblioteca, 5ºpiso

Palma de Cima,1639-023 Lisboa

Tlf. +351 217214018

Fax. +351 217214287

http://www.ea.lisboa.ucp.pt


clique para ampliar

Santo Amaro de Oeiras nos Dias que Voam


n.b.: Clique nas imagens para as ampliar.


Há algum tempo, quando navegávamos por alguns dos nossos blogues predilectos, vimos uma fotografia antiga de Oeiras no blogue Rua dos Dias que Voam, que nos interessou e intrigou. Com uma grande simpatia que agradecemos, o mencionado blogue permite-nos utilizar a citada fotografia aqui no nosso blogue, para os nossos propósitos analíticos. Ei-la:


Fotografia publicada no blogue Rua dos Dias que Voam


Por haver algumas dúvidas sobre a exacta localização do panorama fotografado, como constatámos por alguns comentários ao post, debruçámo-nos sobre o assunto, tendo concluído que a fotografia representa a encosta poente de Santo Amaro de Oeiras e que deverá ter sido tirada a partir dum ponto localizado mais ou menos no Palácio da Arriaga.

Esta nossa dedução baseia-se e advém de vários elementos presentes na fotografia, que identificam o panorama e que nos dão também a direcção e a posição do fotógrafo:


1. Aproximadamente ao meio da fotografia, no cimo desta, vê-se claramente a Capela de Santo Amaro de Oeiras:


Capela de Santo Amaro de Oeiras

01-03-1987 © josé antónio • comunicação visual


2. Um pouco abaixo vê-se um muro bastante alto que deve ser o muro, ainda existente, que corre ao longo do Jardim Municipal do lado nascente deste e o separa da Rua José Diogo da Silva:


Muro nascente do Jardim Municipal de Oeiras

23-10-2009 © josé antónio • comunicação visual


3. Um pouco mais abaixo ainda, vê-se um outro muro mais pequeno que deve ser o muro da Ribeira da Lage:


Ribeira da Lage vista para montante,

mais ou menos a meio do Jardim Municipal, Oeiras

12-06-2007 © josé antónio • comunicação visual


4. A posição do observador (o centro da fotografia) coloca-o num ponto um pouco à direita da Capela (num ângulo ligeiramente maior que o da largura da fachada da capela) e numa cota a meia altura entre o plano-base desta e a Rua José Diogo da Silva, talvez numa cota de cerca de 7 a 8 metros acima desta, considerando o pé-direito dos prédios do ponto considerado que não andará muito longe do actual:


Centro visual = posição do fotógrafo


5. Estes elementos permitem-nos traçar o azimute aproximado da linha de visão do observador que, como dissemos, o coloca no Palácio da Arriaga:


Azimute - linha horizontal vermelha

Pormenor da Carta Miltar 1/25.000 n.º 430 (1966)


6. Note-se ainda a quase ausência de grandes árvores e vegetação do Jardim, na fotografia em análise, que estaria ainda numa fase muito embrionária. Pelos elementos e pela tipologia da fotografia esta parece-nos poder ser datada dos anos 40. Compare-se a fotografia em análise com a fotografia abaixo, da autoria de António Passaporte, esta datada de meados da década de 40 do séc. XX, e que representa o Jardim Municipal aproximadamente na mesma zona:


Oeiras, Parque Municipal e Rua José Diogo da Silva, meados da década de 40 do século XX

ARQUIVO, OEIRAS, N.º 38

Nesta fotografia note-se à esquerda o Palácio da Arriaga e à direita, em cima, um edifício de grandes dimensões junto a um aeromotor, ambos visíveis na foto em análise.


Para finalizar apresentamos uma vista aérea actual da área considerada, obtida através do incontornável Google Earth, onde legendámos os elementos relevantes:


Imagem aérea Google Earth - alt. 397 mt. - 23-06-2007


Apresentamos também uma fotografia recente tirada, não do Palácio da Arriaga por impossibilidade de acesso, mas do Largo Henrique de Paiva Couceiro, a cerca de 220 mt daquele palácio, quase na mesma direcção da fotografia em análise, onde se mostra a profusão de árvores de grande porte actualmente existentes no Jardim Municipal de Oeiras.


Picadeiro e Jardim Municipal, Oeiras

27-12-2004 © josé antónio • comunicação visual


Muito mais poderia ser dito da fotografia que analisámos, pois é muito o que ela nos conta. Os edifícios e outras estruturas que desapareceram, o que foi modificado e hoje é quase irreconhecível, etc., mas para já ficamos por aqui.


O blogue Rua dos Dias que Voam pode ser encontrado aqui.


A fotografia que analisámos e respectivo post e comentários podem ser vistos aqui.


quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Portugal em Vésperas das Invasões Francesas


Recebido via email:


Portugal em Vésperas das Invasões Francesas:

conhecimento geográfico e configurações

[ exposição do Instituto Geográfico do Exército ]

até 25 Outubro, 14h30 às 17h30

Forte de São Julião da Barra, Oeiras


clique para ampliar